sábado, 24 de março de 2012

Enxergar o novo


Um dia na clínica, me aconteceu uma coisa que me fez pensar e prestar mais atenção nos sinais da vida. A Daniela, gerente de tudo, hehehe, é responsável por, entre outras milhares de coisas, repor todo material que preciso pra trabalhar, desde receituários a agulhas e produtos. Eu estava no meio de um procedimento e fui trocar as luvas (faço isso muitas vezes num mesmo procedimento pois detesto luva muito suja de sangue), e não tinha mais luvas no meu balcão. Abri o armário onde ficam estocadas as caixas fechadas e não encontrei nenhuma pra contar história, mais do que rápido, abri a porta da minha sala e gritei: “Dani, acabaram as luvas, te vira!!! Tô precisando!!!! “ Ela mais que rápido, adentrou a minha sala, abriu o mesmo armário que eu já tinha verificado e retirou magicamente uma caixa fechada de luvas. Eu estranhei, pois já tinha olhado e não tinha visto nada!!!!!! Perguntei pra ela onde estava escondida a caixa e ela disse que estava bem a vista, bem na frente. Quando olhei a caixa, me dei conta de que realmente ela estava lá quando abri o armário, só que ela era verde, e todas as outras anteriores eram cor de rosa. Quando abri o armário e procurei uma caixa de luvas cor de rosa, não enxerguei porque era verde, meu cérebro não reconheceu e nem abriu a possibilidade da caixa ter outra cor. Assim fazemos com tudo na vida. Procuramos coisas que conhecemos, nos moldes que nos são familiares e assim, repetimos comportamentos, relacionamentos, padrões de pensamentos sempre iguais. Normalmente não nos abrimos à possibilidade do que procuramos ser diferente do que esperamos e assim limitamos muito nossa vida e tudo que nos diz respeito. Acabamos procurando sempre o mesmo tipo de situação. Vivemos reclamando que o mesmo tipo de cara aparece sempre, que temos dificuldade de conseguir o que queremos, que as coisas sempre se repetem, tudo muito parecido. Acabamos nos auto boicotando ao descartar o que é distinto pelo simples fato de não enxergarmos. Para que tenhamos resultados diferentes dos anteriores, precisamos abrir o nosso olhar, precisamos abrir a nossa mente ao novo, ao diferente. O pior disso tudo, é que não nos damos conta disso e vivemos uma vida inteira rodeada pelo mesmo tipo de gente, com o mesmo tipo de trabalho, enfim, com os mesmos resultados, mesmo que o que queremos seja diferente disso tudo. Portanto, é preciso expandir o  olhar sobre a vida, para que o novo ganhe espaço para se apresentar para nós. Desejo de presente a todos, um óculos de sabedoria, para que se enxergue tudo e se ususfrua das novidades da vida!!!!!! hehehehehehe!!!!!!!
Beijos e um excelente final de semana!!!!!!

2 comentários:

Anônimo disse...

É aí que me refiro !!!! bjs Fran

Diego Alves disse...

Nossa, o texto é bastante esclarecedor e, em paralelo ao teu cotidiano, fica muito mais palpável.. Parabéns pelo blog e tua escrita é bastante estimulante e traz um bem estar ao leitor.. Bjo Diego Alves